sexta-feira, 4 de abril de 2008

Proteína e Strogonofe de Soja

A pergunta é sempre a mesma: mas e a proteína, você deve comer bastante soja, não é?

As proteínas (do grego: de primeira importância) são responsáveis pela estrutura do organismo, como: pele, músculos, tendões, além do transporte de substâncias. São encontradas nas carnes, leguminosas (feijões), laticínios, oleaginosas (amêndoas e castanhas) e sementes (gergelim). É comum dizerem que vegetarianos não comem proteína suficiente, mas isto é mais um mito da alimentação sem carnes: dificilmente encontram-se indivíduos com carência de proteínas, e quando há, está associada à carência de outros nutrientes também, caracterizando um estado de desnutrição.

A PVT (proteína vegetal texturizada) ou PTS (proteína texturizada de soja) mais conhecida como proteína de soja, pode ser encontrada em diversos formatos: pedacinhos, pedações, tirinhas, bifes, escura ou clara. O grão da soja é composto por 40% proteína, 35% carboidratos, 20% lipídeos (gordura) e 5% minerais. Para a produção da PVT é necessário um processo químico forte, utilizando solvente para separar a proteína do restante. Do mesmo grão é fabricado o óleo de soja e uma infinidade de outros produtos, de alimento para gado à adesivos e inseticidas! Parece também que o que estamos consumindo não é 100% proteína mas apenas 30%. Sem falar na monocultura, na devastação, nos transgênicos e tantos outros problemas relacionados ao grão.

É por isso que prefiro outras fontes de proteína, como outros tipos de feijão, castanhas e sementes. Uma forma bacana de consumir a soja são os produtos fermentados como Tempeh, Shoyu e Missô (pasta de soja salgada), que os orientais já consomem a milênios. (Acessem http://www.correcotia.com.br/ ,site da Sonia Hirsch, para mais informações sobre a soja)
Proteína de Soja e Tofu só de vez em quando... quando lembramos de uma comidinha da época em que comíamos carnes... E como sempre me pedem receitas com a proteína, lá vai:

Strogonofe de Proteína
1 cebola picada
1 colher (sopa) de óleo
10 colheres (sopa) de molho shoyu
2 colheres (sopa) de mostarda
½ colher (chá) de tempero baiano
½ colher (chá) de chilli mexicano (as invenções do Vini que dão certo...e uma super apimentada no prato)
2 xícaras de PVT tirinhas
6 colheres (sopa) de creme de soja (é bem melhor do que creme de leite comum, viu? Engorda menos e é mais estável para cozinhar)
6 colheres (sopa) de molho de tomate
1 xícara de cogumelos frescos picados
Hidrate a PVT em água quente, lave bem para tirar o sabor forte, esprema, lave, esprema bem de novo.
Refogue a cebola no óleo, junte o shoyu, os temperos e a proteína.
Acrescente o creme, o molho de tomate e os cogumelos. Se precisar, junte um pouco de água para “dar caldo”.
Sirva com salada, arroz integral e batatinha palha ( feita no forno, claro, com pouco óleo. Mas essa fica para uma próxima postagem...)

Um comentário:

camila disse...

Fiz essa receita e realmente ficou uma delícia! Meu namorado que não é vegetariano adorou, repetiu o prato e sempre me pede para fazer...
Recomendo!