quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Vegetarianas em Buenos Aires


Feriado em Buenos Aires com mãe e irmã, não tivemos tempo para procurar os restaurantes vegetarianos, apesar de que há muitos deles na cidade. Tinhamos muitas coisas para ver e fazer e pouco tempo...

O forte dos portenhos são as carnes, mas ainda assim é possível encontrar o colorido dos vegetais e frutas. Em todos os restaurantes é possível comer bem por pouco (para os veganos é mais dífícil). Impossível também não comer doces, afinal sair da dieta por poucos dias pode ser bastante saudável. Dica importante: leve um dicionário para não ter dúvidas quanto aos ingredientes.

E como a viagem é internacional, é possível reservar refeição especial no avião (Comemos bem por pura sorte, pois não haviamos feito a reserva... : )

Comer em Palermo à noite é sentir um pouco da agitada vida noturna de Buenos Aires. Seguro, com opções para todos os gostos e mais uma vez, barato (comparado com os nossos padrões). Só não peça pizza, esta sim não chega nem aos pés da mais simples pizza de entrega no Brasil...

Provem a deliciosa empanada de verdura do El Sanjuanino (http://www.elsanjuanino.com/), na Recoleta. O restaurante é simples, agradável e barato. O alfajor de lá é divino.

Para sair um pouco do Havana, outra opção deliciosa de alfajor (e para mim até mais gostosa) é da Abuela Goye (www.abuelagoye.com/). Uma das lojas está bem em frente a Plaza de Mayo, numa galeria.

Se não conseguir entrar no Café Tortoni por causa da fila, tome um expresso ótimo no Café Martinez. É mais moderno, não tem o charme dos tradicionais, mas não se esqueça que você já estará respirando o ar europeu da cidade. (http://www.cafemartinez.com.ar/)

Entre nos supermercados (não estão por todas as esquinas como aqui), com certeza encontrará opções para comer. Compramos muitos biscoitos de arroz, que aqui são caríssimos e só encontrados nas casas de produtos naturais. Lá é baratinho e gostoso. Os integrais com gergelim também são ótimos! Ao invés de vinhos e chocolates, enchi a bagagem de mão de galletas integrales...

E para relaxar, faça como eles: sente na grama de qualquer uma das várias praças. É ótimo para repor as energias depois de tantas andanças pela cidade. Dá até para fazer picnic.

Um comentário:

Raquel disse...

Grata pelas dicas, vou lembrar de vc ao comer empanada de verduras e galletas integrales, gracias ermanita Fê